Kody Keplinger · Nível de inglês básico · Resenha

Resenha: A Midsummer’s Nightmare, Kody Keplinger

midsummers

SINOPSE

O sonho de verão da Whitley Johnson virou um pesadelo. Seu pai, até então um solteiro convicto, lhe apresentou sua futura esposa e filhos. O filho da noiva? É apenas o menino com quem ela passou a noite depois da formatura do ensino médio. Legal, né?

Skoob | Goodreads

OQUEEUACHEI

d8525f0077403c6c09bb5e786a1dbdfb

A Kody Keplinger nunca dá ponto sem nó! Quando comecei a leitura de A Midsummer’s Nightmare, achei que aquele drama todo era um pouco de exagero da Whitley, a personagem principal. O pai, que é uma celebridade local por ser âncora de um jornal de TV, sempre passa as férias de verão com a Whitley, e quando as férias antes de começar a universidade começam ele a busca, porém no meio do caminho revela que está para se casar, e que basicamente TUDO na vida dele mudou.

Diversos pontos destacados pela personagem, até que o leitor compreenda a história, até que fazem algum sentido, afinal seu pai vai se casar e nunca nem pensou em ligar para a filha contando. Mas essa não é a parte mais estranha do relacionamento dos dois. No momento em que a Whitley se rebela contra a situação, sai todas as noites e se mete em vários problemas, o pai não dá a menor atenção para ela, só se preocupa com a nova família… Até que ela arranja problemas com o filho da sua nova madrasta.

Lógico que o “problema” causado pela Whitley é de fator sentimental, e ela já tem história com o seu futuro irmão postiço… Então é bem fácil de imaginar o que acontece, certo?

Gostei muito da construção dos personagens, desde a mãe da Whitley, até o amigo que ela faz na nova cidade. A forma com que a família da protagonista é apresentada também é super real, e conseguimos enxergar problemas comuns da nossa vida enquanto lemos. Os problemas que a personagem enfrenta e a forma de lidar com eles também são bem conhecidos. Talvez não tenha acontecido com o leitor, mas provavelmente já aconteceu com alguém próximo.

NOTA

COISALINDA

CONSIDERAÇÕESFINAIS

A forma com que a autora trabalhou o desenvolvimento da história, a revelação de vários fatos, e o crescimento da personagem é sensacional! Gostei especialmente da família nova que o pai da Whitley se agregou. A madrasta não tem nada de má, inclusive é ela quem mais se importa com o bem estar e o comportamento da protagonista. Os novos “irmãos” também são super legais, em especial o Nate haha

A parte realista desse livro é que nem tudo é horrível ao mesmo tempo. O pai da Whitley é o pior que existe, o irmão tem a própria vida e já não se importa mais com o que acontece em casa, a mãe da personagem se preocupa mais em remoer o passado do que seguir em frente, mas ao mesmo tempo ela tem amigos e pessoas que se preocupam com ela, e que independente do que aconteça vão estar por perto para ajudar.

A Midsummer’s Nightmare me marcou bastante, a ponto de eu não saber me expressar muito bem em uma resenha haha Mas é o tipo de livro que só lendo para entender como ele é bom.

PARAQUEMEURECOMENDO

Se você gosta de romance contemporâneo, drama e aqueles amores impossíveis, então esse é o livro certo! 😀

postrenata

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s