Neil Gaiman · Resenha

Resenha: Os Filhos de Anansi, Neil Gaiman

unnamed

sinopse

Charlie Nancy tem uma vida pacata e um emprego entediante em Londres. A pedido da noiva, ele concorda em convidar o pai para seu casamento e fazer uma tentativa de reaproximação, já que há vinte anos os dois não se falam. Enquanto isso, no palco de um karaokê na Flórida, o pai de Charlie tem um ataque cardíaco fulminante. A viagem de Charlie até os Estados Unidos para o funeral acaba se tornando a jornada de uma nova vida. Charlie não tinha ideia de que o pai era um deus. Menos ainda de que ele próprio tinha um irmão. Agora sua vida vai ficar mais interessante… e bem mais perigosa. Embrenhando-se no território de lendas e deuses pagãos, a poderosa narrativa de Neil Gaiman leva o leitor a mergulhar nessa história fantástica e bem-humorada sobre relações familiares, profecias terríveis, divindades vingativas e aves muito malignas.

Skoob | Goodreads

oqueeuachei26179929Os Filhos de Anansi foi o primeiro livro de Neil Gaiman que tive contato e vou confessar algo: não será o último. Mas não porque amei de paixão e sim porque, apesar de ter gostado, não consegui entender todo o amor pelo autor em contato com esse livro. Foi uma leitura divertida, com pontos super altos, mas ao mesmo tempo…não rolou aquele amor todo e gente, não é possível! Com certeza vou dar mais uma chance para ele porque talvez tenha começado pelo livro errado, já que vi potencial, haha.

Mas não posso negar que a narrativa de Gaiman flui bastante. É bem dinâmica a ponto de te fazer devorar a história rapidamente. Ao mesmo tempo, a mistura entre fantasia e realidade foi super interessante, com passagens bem realistas e que me peguei imaginando que diversas passagens poderiam acontecer na vida real sem maiores problemas, caso a fantasia encontrasse a realidade, haha. 

Talvez o maior problema com Os Filhos de Anansi tenha sido Charlie (ou melhor dizendo, Fat Charlie). Eu simplesmente não consegui me apegar ao personagem principal e considero esse o maior fator por não ter aproveitando tanto a leitura assim.

Mas ao mesmo tempo, em diversos momentos, me pareceu proposital a personalidade em graça e chatinha de Charlie, para contrapor a de seu irmão mais novo, Spike – que não entrar em detalhes, para deixar quem for ler também ser “pego de surpresa” pelo personagem -, personagem que vou confessar que me interessou muito mais do que o principal. De novo, ponto que tenho certeza ter sido proposital pelo autor.

Uma parte cômica de Os Filhos de Anansi são as desgraças vividas por Fat Charlie foi outra coisa que não me conquistou por completo. Embora goste de acidez, nem sempre me vi achando graça de tudo aquilo, pelo contrário, fiquei um pouco incomodada.notaregularbomconsideracoesfinaisOs Filhos de Anansi, para mim foi um tanto frustrante. Queria ter sentido com ele, todo o amor que vejo por aí pelo Neil Gaiman. Apesar de ter visto muito potencial, acabei não aproveitando tanto a leitura quando achava que ia acontecer. Talvez eu tenha criado muita expectativa, talvez eu tenha começado pelo livro errado.

Fiquei bastante frustrada enquanto lia, em especial senti falta de uma apresentação maior sobre o universo que Fat Charlie é arrastado. E diversas vezes me perguntei se não devia saber mais sobre a mitologia que Gaiman se utilizou no livro, o que foi um ponto positivo, já que instigou em querer saber mais sobre a mitologia Africana.

O ponto mais alto da leitura foi a ponte entre fantasia e realidade foi muito bem construída e que a ligação das duas foi extremamente interessante, mas faltou mais para que o livro me conquistasse de vez. Muito mais. Embora, de novo, tenha visto muito potencial no autor. Vou tentar de novo com Stardust, outro livro dele que tenho aqui, em breve.

recomendoIndico a leitura para os fãs de Gaiman e quem gosta de mitologia, deuses e fantasias com toque de realismo é o livro ideal. Mas  para quem, assim como eu,  ainda não leu nada de do autor, assim como eu, talvez não seja a melhor escolha.unnamed-1

flav

Anúncios

5 comentários em “Resenha: Os Filhos de Anansi, Neil Gaiman

  1. Nossa! Que bom saber disso, porque lembro que quando li, quando tinha uns 12 anos não tinha entendido direito e nunca mais peguei no livro, então só fui entender mesmo quando vi o filme HAHAHAHAHA Acho que o Gaiman é um autor mais visual do que pra escrita, porque sério, eita moço confuso HAHAHAHAH Pois é, tem toda essa coisa de modismo por trás de todo esse amor a ele, muitas pessoas tem até vergonha de assumir que não gostaram etc. A mesma coisa acontece com algum livro que é detestado por todo mundo, muita gente que gosta tem vergonha de assumir e bater no peito hahaha To até pensando em fazer um post sobre isso, focando na minha relação com Twlight, que to louca pra ler o livro novo, mas já passei por fases que amei a série e odiei e hoje nem sei o que pensar dos livros realmente por causa de todo hate em torno dele…por causa disso eu preciso parar, pensar e lembrar porque passei a desgostar tanto da série, se quando li a primeira vez, lá pra 2006 mais ou menos (não lembro quando foi traduzido aqui, mas li logo que tinha lançado), eu amei de paixão hahaha.
    ASSUNTO POLÊMICO MASTER HAHAHAHAH

  2. HAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHA que tristeza! Mas, Coraline é bem confuso mesmo, li umas duas vezes e fico pensando sobre direto habahahahhahahah… Se os fãs lêem isso vão querer me matar, MAS o filme é mais legal, hahahahhahahahahahaha, sei lá, visualmente parece fazer mais sentido, sabe? Béh, vai entender hahahahaha… E, olhaaaaaa, já pensei nisso também, aposto que muitos dizem que gostam só porque geral fala dele hahahahahahahahhahhahahahhahaahahahahhahhahahaha… Quando eu fiz a resenha de O Oceano no Fim do Caminho várias pessoas falaram que gostaram, que eu deveria reler pra entender melhor e tal… Pedi pra duas dessas pessoas me explicarem o livro, então, e ninguém conseguiu, nem sabiam o que dizer hahahahahahahahhahhahahaha polêmica total hahahahahahahahhahhahahaha

  3. Oi Patty! Nossa, sabe que eu tinha esquecido COMPLETAMENTE de Coraline? Hahaha Eu li esse livro quando era criança e: odiei. HAHAHAHA Lembro que o livro era confuso, chatinho e que eu terminei porque tinha começado apenas, mas nossa, achei muito chato. Ok, acho que com essa eu posso dizer que todas as minhas experiências com o Gaiman foram ruins, hahaha. Espero muito curtir Stardust (gostei do filme, então ainda há esperança haha) e quero ler Sandman alok, queria comprar os quadrinhos mas o preço deles são tipo </3
    Acho que, com o que eu lembro de Coraline e com Os Filhos de Anansi, eu penso que o Gaiman tem uma prosa boa, ideias maravilhosas, mas que não sabe colocá-las direito no papel…..então, por enquanto, ele não é meu tipo de escritor! At all! O que é frustrante, porque tanta gente gosta, né? Ou então finge gostar pelo fato dele ser tão bem-falado etc #polêmica HAHAHA
    Enfim, deixa eu parar por aqui antes que crie mais polêmicas hahaha
    Beijão, querida! ❤

  4. Neil Gaiman, pra mim, se resume à Sandman e Coraline e ponto final, hahahahahaha. Tentei ler Deuses Americanos e abandonei porque não me conectei com nada. Então, pra dar outra chance, um amigo me emprestou O Oceano no Fim do Caminho e eu li até o final meio que me obrigando, já que a história é curta. Ele escreve muito bem, de fato, mas não consigo me conectar com os personagens dele (e tive um caso sério de ódio eterno com o personagem principal de O Oceano) e acho que as explicações têm muitos furos. Em Coraline, por exemplo, você também não tem a história completa explicadinha ali na sua mão, mas ele te dá os pontos principais e você consegue conectar o resto, então eu gostei bastante. Mas, uma amiga disse que todos os outros livros dele são no mesmo esquema, então, por enquanto, desisti de ler Neil Gaiman, hahahahahaha. Eu tenho esse Os Filhos de Anansi, mas ainda está lacradinho e o papelzinho dele só vai pra TBR Jar em 2016, porque esse ano já tive minha cota de Gaiman, hahahahahahaha.

    Mas, honestamente, eu acho que é muito fuzuê em cima do Neil Gaiman, sabe? Ele é bom, claro que é, mas não vamos abusar… É tipo Tim Burton, na verdade. Sempre acompanhei o trabalho ele, que é um diretor incrível, MAS ele nunca mais fez nada original e à altura do potencial dele – apesar de continuar arrebentando na cenografia e fotografia dos filmes, eu odiei os últimos filmes – e quem assiste apenas aos últimos trabalhos dele fica imaginando porque chamam ele de gênio e tal. Acho que o Neil Gaiman foi tão aclamado por causa de Sandman, que realmente merece isso e muito mais… Mas, eu pararia por aí e só abriria exceção pra Coraline, como disse ali em cima, hahaha. Se tiver a oportunidade, é uma história fofa e super bizarrinha, recomendo <3.

    Beijo!

  5. Eu também nunca li um livro do Neil Gaiman. Sempre ouvi que os livros dele tem muita fantasia e como eu não estou com clima para esse tipo de livro agora, vou esperar um tempinho para ler alguma coisa dele. Beijos,

    Amanda (leiturasdamadrugada.wordpress.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s