Jasmine Warga · Nível de inglês básico · Resenha

Resenha: My Heart and Other Black Holes, Jasmine Warga

unnamed

sinopse

Aysel tem dezesseis anos é uma nerd da física e obcecada em planejar sua própria morte. Sua mãe mal consegue encara-la sem se encolher, seus colegas de classe vivem sussurrando quando ela passa e o crime violento de seu pai parou a cidade pequena onde ela mora. Por isso, Aysel está pronta para transformar sua energia potencial em nada.

Só tem um problema: ela não tem certeza se tem coragem de se matar sozinha. No entanto, quanto descobre um site com uma seção chamada Parceiros de Suicídio, Aysel se convence que encontrou a solução: Roman, um adolescente assombrado por uma tragédia familiar está procurando um parceiro e já tem uma data para o “grande evento”: sete de abril.

Mesmo com nada em comum, os dois jovens começam a entrelaçar suas vidas despedaçadas e o pacto se torna cada vez mais concreto, Aysel começa a se questionar se realmente quer seguir em frente. Por fim, ela precisará escolher entre morrer ou convencer Roman para viver de forma que eles possam descobrir o potencial de suas energias juntos.

SkoobGoodreads

 oqueeuachei

22328549

My Heart and Other Black Holes se tornou minha leitura favorita do ano antes mesmo de terminar. Então, acho que vocês podem entender a pressão dessa resenha, não é mesmo? Para ser sincera, acho muito mais difícil resenhar um uma história que gostei muito do que uma que não gostei…

O livro é narrado em primeira pessoa, então temos o ponto de vista de Aysel e a evolução da personagem é gritante. A narrativa ocorre por meio de uma contagem regressiva, de meados de março até a data marcada para o suicídio: dia sete de abril. E sim, coincidentemente, é o dia de hoje! – E vou confessar que comecei a ler sem saber desse detalhe e inclusive, me segurei para terminar o livro no dia de hoje e também me esforcei para conseguir deixar a resenha pronta. Estou emocionada com tudo girando em torno do dia sete de abril desse jeito, haha.

Aysel é assombrada por um crime terrível que seu pai cometeu – um dos grandes mistérios do livro –  e junto com seus problemas pessoais, isso destrói a sua vida a ponto que ela passe a desejar morrer. Não apenas para acabar sua dor, mas também para poupar seus familiares dela mesma, já que se considera um estorvo para mãe, padrastos e irmãos. No entanto, a depressão é um bichinho cruel e nem sempre a pessoa consegue enxergar de verdade o que acontece ao seu redor e claro, Aysel não poderia ser diferente. Conforme a leitura avança, vamos notando as mudanças na personagem e assim como ela, abrindo nossos olhos para diversos fatos antes não visto.

Essa caminhada junto de Aysel é muito bem descrita e articulada. Apesar de Warga conseguir deixar o leitor a par do ambiente ao mesmo tempo que está dentro da mente da personagem. Ou seja, temos a Aysel nos mostrando e dizendo que é indesejada e sua partida será para o melhor, mas ao mesmo tempo conseguimos reparar que talvez, as coisas não sejam totalmente como ela vê e a autora conseguiu colocar em palavras e descrever muito bem todos os sentimentos que a personagem tem e acima de tudo, conseguiu trazer o leitor para dentro da história de forma maravilhosa! Aysel nos conquista, faz com que torçamos por ela o tempo todo.

Roman, o personagem masculino principal e parceiro de suicídio, contrapõe e completa a personagem de maneira perfeita. Tudo em relação aos dois ocorre de maneira que suas diferenças sejam gritantes, tanto as mais “simples”, como a personalidade deles, assim como suas visões sobre o suicídio. Em especial conforme a história evolui e o pensamento de Aysel em relação a desejar morrer começa a mudar enquanto o de Roman, permanece o mesmo. Em diversos momentos, os dois são como imã, se repelem e se atraem e isso torna o livro apenas mais prazeiroso ainda. Fora que ele é um fofo, impossível de não se apaixonar.

IMG_2156

My Heart and Other Black Holes é uma leitura difícil de largar e que os personagens são completamente apaixonantes. Nos apegamos a eles e queremos que eles fiquem bem e encontrem um motivo para continuar vivendo um no outro e acima de tudo encontrem força e vontade dentro de si para viverem. Em vários momentos me vi prendendo o fôlego e desejando entrar dentro do livro para tentar ajudar aqueles dois, avisar seus pais ou algo do tipo. Roman e Aysel são apaixonantes, quase tanto quanto a sua história. ❤

A única coisa que tenho a reclamar? Senti muito a falta de uma passagem mais aprofundada sobre o pai da Aysel. Muito foi falado sobre ele durante a história, assim como ele um fator muito importante sobre o pensamento de Aysel sobre si mesma e a escolha de se matar. No final das contas, ficou faltando um fechamento para esse ponto, que ficou completamente em aberto.

nota

coisalinda

consideracoesfinaisMy Heart and Other Black Holes é um livro tocante e Warga construiu uma história onde seus personagens são tão encantadores e emocionantes quanto a narrativa. É o primeiro livro da autora, mas já deu para notar que ela promete muito!

E boas notícias: ele será traduzido pela editora Rocco, embora não se tenha data do lançamento e também já teve seus direitos comprados para o cinema pela Paramount. Yay! 😀

recomendoIndico a leitura de My Heart and Other Black Holes para todo mundo nesse mundo, haha. Em especial para quem se apaixonou por títulos como Quem É Você Alasca?, Cidades de Papel e Por Lugares Incríveis. Se você gostou de um – ou de todos, com certeza não tem como não gostar desse livro porque ele consegue ser ainda melhor que alguns deles. ❤

postflavia

Anúncios

6 comentários em “Resenha: My Heart and Other Black Holes, Jasmine Warga

  1. Oi Bianca! Ah, fico super feliz em saber que gostou tanto assim da resenha! Muito obrigada! Serião, ganhei o dia com isso, haha. Olha só, uma dica, o meu livro eu encontrei na Livraria Cultura e aqui em SP eu continuo esbarrando com alguns exemplares por aí, então se você entrar no site dela, ou for em alguma da rede com certeza consegue (ou eles importam pra você, se já tiver esgotado o estoque aqui no Brasil). 😀
    E eu super espero que seja bom o filme, porque esse livro merece uma adaptação boa, porque nossa, só amor hahaha.
    Obrigada mais uma vez!
    Beijocas!

  2. Estava lendo várias resenhas sobre esse livro porque fiquei bem curiosa, mas a sua foi de longe a melhor. Adorei o modo divertido como escreve e como o post é bem visual também.
    Sobre o livro, quero muito mesmo ler, mas não encontrei maneira. Nem em pdf nem em livrarias. Acho que vou ter que esperar então.
    Estão fazendo o filme, aliás. Será que vai ser bom?
    Espero que sim.
    De qualquer forma, amei seu blog. Muito lindo!

    Beijos,
    Bi.

    http://www.naogostodeunicornios.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s