Pedro Bandeira · Resenha

Resenha: A Droga da Amizade, Pedro Bandeira

adrogadaamizade

Essa semana, passeando por uma livraria – porque apesar de passar 2 dias praticamente inteiros cercadas de livros, eu ainda fui em livraria diversas vezes, haha. – e procurando algo sobre escrita criativa, me deparei com o novo lançamento do Pedro Bandeira e bom, não consegui resistir (apesar do preço bem salgado para um livro de 168 páginas), afinal era um novo livro dos Karas, série que aguçou a minha já existente paixão por leitura quando eu era mais nova. Apesar de ser da geração Harry Potter, foram Os Karas quem me incentivaram a ler de verdade.

Por isso, decidi que A Droga Da Amizade precisava ser resenhado! 🙂

 

sinopse

“Como Miguel começou a Turma dos Karas? Como conheceu e por que escolheu Magrí, Crânio, Calu, Chumbinho e a americana Peggy para formar esta turma tão especial? E por que Andrade era um policial diferente, melhor do que qualquer outro? Como cada um deles demonstrou ao líder dos Karas que era uma pessoa especial, tanto pela coragem, quanto pela honestidade, pelo caráter e pelo desejo de mudar o mundo para melhor? E o que terá acontecido com eles depois de todas as aventuras que estes sete heróis viveram? Em que se terão transformado todos eles depois de adultos?” – Skoob

oqueeuachei

Pedro Bandeira começa o livro com Miguel, observando uma foto dos amigos e relembrando as aventuras que passaram juntos e como se conheceram – ou aproximaram. O livro de fato vai emocionar todo fã da série, que cresceu com Os Karas e que se questionou o que aconteceu com eles depois de adultos – e todos têm um futuro brilhante, praticamente (mais) heróis (ainda).

A narrativa ocorre em terceira pessoa, de modo que intercala o presente – mostrando o ponto de vista do Miguel – e passado, através lembranças que o líder dos Karas retoma, sempre observando aquela foto. Cada capítulo do livro é dividido entre os personagens, explicando o que houve com cada um deles depois de adultos e apresentando uma nova história no passado.

adrogadaamizade

Os flashbacks contam novas histórias dos Karas ou até quando o grupo ainda não existia e sim como Miguel, Magrí, Crânio e Calu se conheceram – Chumbinho, por sua vez tem sua apresentação em A Droga da Obediência (mas não pense que ele não estará presente em algum dos flashbacks, porque ele está em todos, mesmo que “de fora”) e Peggy em Droga de Americana.

Em A Droga da Amizade, o leitor não é levado a uma reunião dos Karas para descobrir algo novo e sim, tem uma sensação de nostalgia gigante – que tenho certeza que se apodera dos fãs sempre que se encontram na presença de um dos livros da série – e a leitura inteira foca neste sentimento e ela flui de maneira deliciosa o tempo todo, de forma que este novo livro seja um presente por completo e em nenhum momento se torna forçado.

consideracoesfinaisPedro Bandeira satisfaz os fãs dos Karas com A Droga da Amizade e foca justamente nestes, adultos que cresceram com esta série e que assim como Miguel, sente-se extremamente nostálgicos ao entrar em contato com os adolescentes. O livro foi criado para os fãs e tenho a leve impressão que vai agradar ainda mais os que já são adultos. Recomendo fortemente para quem, assim como eu, cresceu vivendo aventuras com esse grupo de amigo. Ele vai matar a saudade, ele vai te fazer sorrir e vai te fazer querer Os Karas presentes na sua vida novamente.

 

flaviaavatar

 

Anúncios

11 comentários em “Resenha: A Droga da Amizade, Pedro Bandeira

  1. Oi, olha, eu realmente não tenho ideia do que poderia cair em trabalho sobre o livro :/
    E super obrigada, fico super feliz em saber que gosta do que fazemos aqui no blog! ❤
    Beijos

  2. oi, eu vou ter um trabalho sobre esse livro, e adoraria saber se eh possivel vc saber perguntas q tp, provavelmente devem cair nesse trabalho, obrigado pela atençao, e adoro seu trabalho ^^

  3. Boa noite, preciso de algumas perguntas sobre esse livro para aplicar para alunos do quinto ano será que vc pode me ajudar? Aguardo ansiosa pela seu retorno. Obrigada !

  4. Os Karas é uma das melhores séries da vida, mas eu sou suspeita pra falar, haha.
    Ah, poxa, que coisa chata ser difícil de achar os livros do Pedro Bandeira, mas espero que ache logo porque esse livro é só amor – como todos os outros da série, haha.
    Beijos

  5. Eu amo mt a serie dos Karas e to mt ansiosa pra ler esse livro! Só q aqui na minha cidade é um saco pra achar os livros do Pedro Bandeira >..< ) e agr falta só esse! Tenho certeza que ele é ótimo! ^^

  6. Oi Thalita!
    Olha só, temos algo em comum então! Porque foi o Pedro Bandeira quem me estimulou a ler também! Esse livro é realmente muito perfeito, dá uma visão legal e diferente dos Karas! Espero que goste quando ler!
    E fico feliz que tenha gostado da resenha! 🙂
    Beijos!

  7. Amo muito essa serie so tenho 12 anos mas amo muito ler graças ao pedro bandera q me estimulou muito com essa serie ainda nao li esse livro mas parece ser perfeito como os outros ele realmente entende os adolescentes estou muito anciosa amei a resenha vlw bjs

  8. Eu amo muito essa serie ainda nao li o novo livro mas parece ser perfeito como os outros da serie so tenho 12 anos e foi um dos primeiros livros a me estimular de verdade a ler ate porque pelo fato de nao ter imagens nos deixa abrir nosso imaginaçao estou muito anciosa para ler esse novo livro

  9. Também vivi momentos de nostalgia com o livro, mas li um pouquinho mais nova, com 8 anos de idade e para mim, não tive nada do que reclamar dele, me diverti e aproveitei muito a leitura (:

  10. Eu tive o prazer de receber este livro de presente do Pedro, antes da comercialização. É simplismente maravilhoso. Momento nostalgia total, ja que foi graças a essa série que nasceu minha paixão pela leitura. Hoje estou com 31 anos, Li A Droga da Obediencia com 13… Já da pra ter uma idéia do tempo que Os Karas estão na minha vida! teve uma mudança meio brusca (na minha opnião) nesse livro que me desagradou bastante… Mas de resto, posso dizer que é tudod e bom 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s