Marie Lu

Champion

Hoje acabei de concluir a leitura de Champion (Penguin Group; 384 páginas) e posso afirmar que dentre as distopias de mesmo gênero YA, essa foi de longe a minha favorita, vencendo grandes nomes como Jogos Vorazes e Divergente (este último ainda não me preparei emocionalmente para concluir a leitura por conta dos spoilers que contaram e devo afirmar que eles não me agradaram nem um pouco, haha). E tenho a sensação que entrarei em uma pequena ressaca literária, coisa que não pode acontecer, já que tenho alguns (muitos) livros para ler ou concluir aqui comigo!

Champion-Legend_1

Antes de escrever minhas conclusões finais do final da trilogia Legend, vou terminar de traduzir alguns fatos sobre a autora Marie Lu que estão no site oficial dela. 😀

Legend se tornará um filme ou série de TV?

Espero que sim! Atualmente a CBS tem os direitos do filme, juntamente com Temple Hill (que produziu os filmes de Crepúsculo). Eu acho que seria um bom filme, mas sou suspeita para falar. E também acho que seria um grande desenho com a linhagem de Avatar ou Jovens Titans…alguma coisa entre 8-12 anos sobre as aventuras de Day antes dos eventos de Legend.

Qual o seu emprego quando não está escrevendo?

Atualmente eu sou uma escritora em tempo integral. Mas antes isso, eu era diretora de arte de uma empresa de video game (mais especificamente, fazendo jogos para o Facebook). Antes disso eu passei dois anos depois que me formei na faculdade trabalhando na Disney, também trabalhando com video games.

Se você não fosse uma escritora ou artista, qual seria o seu emprego dos sonhos?

Pilota de caça. Ou uma astrônoma. Sou obcecada com jatos. É a única coisa relacionada aos militares que realmente me fascina (meus favoritos incluem F-14, F-15, F-22 e Sukhoi-47). Quando eu era criança eu queria ser uma pilota de caça, mas minha visão era ruim demais para isso. E também, existe o fato que eu não tenho nenhum senso de direção e com certeza derrubaria meu avião antes de decolar. Mas eu acho que pilotos de caça são as pessoas mais sexy do mundo (depois de nerds). 

Eu também tenho uma fascinação com astronomia. Eu estagiei para a NASA quando estava na faculdade, trabalhando com fotos do Telescópio Hubble que seriam divulgadas. Aquele verão em Baltimore foi um dos melhores da minha vida! 24 horas assistindo o canal ao vivo da NASA, lendo sobre galáxias o dia inteiro…foi muito bom. Mas honestamente, ser uma escritora profissional e artista é a melhor coisa! Quer dizer, eu sou paga para fazer coisas e colocar em um documento do Word (ou páginas em branco). Surreal.

champion.indd

 

SINOPSE:

June e Day sacrificaram muito para as pessoas da República – e por eles mesmos – e agora seu país está a um passo de uma nova existência. June está de volta às boas graças da república, trabalhando com o círculo da elite do governo para se tornar o braço direito do Eleitor enquanto Day foi colocado em um alto nível militar. Nenhum deles previa as circunstâncias que os uniria novamente.

Quando um tratado de paz é iminente, uma praga causa pânico nas Colônias e a guerra estoura nas divisas. Esse novo tipo de praga é mais mortal que nunca e June é a única que tem a chave da defesa do país nas mãos. Mas salvar a vida de muitos, significa pedir para aquele que ama desistir de tudo que tem.

 

Nota: pode conter alguns spoilers sobre os dois primeiros livros na resenha abaixo.

Champion conseguiu superar todas as expectativas que criei para o final da trilogia. Mais uma vez repetiu a forma dos dois livros anteriores em misturar romance, drama e ação e de novo, Marie Lu encontrou o equilíbrio perfeito entre estas três coisas. A cada capítulo, mais ansiosa com o final eu ficava e batia um certo desespero para saber qual seria o desfecho de tudo. Todas as perguntas em aberto foram respondidas com Champion e em nenhum momento se perdeu na essência da trilogia. Nada foi escrito ao acaso e tudo que foi apresentado anteriormente foi resgatado neste livro e explicado, quando havia necessidade.

Sempre direto ao ponto, a leitura não enrola e somos inseridos direto à ação constantemente. Mas a impressão que este livro me passou foi de mais calma, apesar de repetir a dose de uma escrita dinâmica, Champion deu mais tempo para absorver as informações que os dois primeiros volumes, mas talvez seja o fato de ter me acostumado com a leitura e a rapidez dos fatos que tenha feito que acompanhasse melhor tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo.

 

Day e June continuaram com a exata mesma fórmula, apenas mais maduros e crescidos e apenas fez com que aumentasse meu amor pelos dois. Inclusive as coisas mais irritantes neles eram facilmente perdoadas, já que traziam um ar extremamente humanizado aos personagens, afinal ninguém é perfeito e talvez, se não tivessem nenhum defeito, com certeza não seriam tão amados como foram, haha.

O maior defeito do livro continua na falta de aprofundação dos personagens secundários, que aparecem e desaparecem do enredo constantemente, quando pensamos que veremos mais interação entre June e Day com outras pessoas, elas ocorrem de maneira pouco aprofundada e em dado momento, os personagens que antes pareciam mais presentes, desaparecem um pouco na história.

Champion emocionou bastante em diversas passagens, mas nenhuma delas tanto quanto os últimos dois capítulos (narrados por June e Day) e o epílogo. O livro me levou a muitas lágrimas, especialmente nas últimas páginas. E quando acabou, eu praticamente derrubei mais lágrimas e sofri desejando que tivesse mais algumas páginas para ter a certeza do caminho que havia tomado.

Como falei ali em cima, foi uma leitura sensacional e talvez a melhor distopia YA que li até o momento e apesar de ter seus momentos clichês, conseguiu se desprender deles, afinal desta vez estamos inseridos na forma de governo e de repente, ele deixa de ser o completo inimigo. Isso foi muito interessante, quando a República deixou de ser inimigo por completo, para ser um aliado dos personagens e desejos de mudanças.

trilogia legend

Valeu cada minuto de leitura! Tentei saber da editora Prumo, responsável pelo lançamento do livro em português, mas não houve resposta, então por enquanto Champion não foi traduzido e sem data de lançamento.

 

flavia machado_psycho reader

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s