Bárbara Morais

Trilogia Anômalos – A Ilha dos Dissidentes

a ilha dos dissidentes_1

Amantes de distopias com certeza devem estar nas nuvens com a quantidade de livros do gênero lançados. O livro que vou falar hoje, A Ilha dos Dissidentes (editora Gutenberg, 304 páginas) é o primeiro volume de uma trilogia criada pela autora brasileira, Bárbara Morais. O livro foi lançado dia primeiro desse mês na Bienal do Livro. E vamos concordar, sempre é bom ver um livro bom de uma autora do nosso país e ver que nosso mundo literário está crescendo, não é mesmo? (Futura escritora que escreve nesse blog, haha)

A trilogia Anômalos mistura distopia e mutação de forma que se torna um pouquinho diferente do que tenho visto – especialmente vindo de alguém que curte bastante X-Men, haha. O enredo do livro é muito bem estruturado e a sociedade criada por Bárbara é super interessante e grande parte do livro basicamente explica como ela funciona e o final deixa com aquele gostinho de quero mais querendo logo o lançamento do segundo volume, especialmente depois de algumas explicações sobre algumas coisas que surgem durante a leitura, além de informações novas que aguçam a curiosidade do leitor.
Os personagens são bem interessantes, divertidos e a personalidade de cada um deles dá vida à história e completam muito bem a principal. A narradora, Sybil conhece a maneira de viver de duas áreas diferentes do local em que vive e demonstra isso bem. Ela equilibra inocência e maturidade de forma muito interessante.
O único ponto negativo que notei durante a leitura, foi que algumas partes pareceram “correr” demais e eu senti falta um pouco de detalhes que aprofundassem um pouco o cotidiano e a nova vida de Sybil, sua relação com a nova família e cotidiano. Tive a impressão da leitura “ir direto ao assunto” muito rápido e deixando um pouco de lado algumas questões que seriam bem interessantes em ver um pouco mais aprofundadas.

a ilha dos dissidentes_2
A história:

São três regras muito simples: você não diz para ninguém o que se passa por aqui. Você não faz alarde que faz parte dessa turma. E você sempre respeita os membros. Se você descumpri-las, sua vida vira um inferno, certo?

Há séculos a humanidade entrou em guerra assim continua. No entanto, com o uso de armas nucleares houve mutações entre nós e estes mutantes foram concentrados em uma cidade apenas deles, onde usam roupas que mostram quem são e muitas vezes tratadas de forma preconceituosa.
Sybil Varuna era uma jovem orfã moradora de Kali, a região mais pobre onde a guerra entre a União e Império é uma realidade constante. Ela finalmente consegue sair dali como refugiada, mas as coisas mudam quando o navio que a levava, afunda e ela se torna a única sobrevivente e o que a leva a descobrir ser uma anômala, tem uma mutação e poderes. Dessa forma, ela passa a viver com uma família adotiva dentro da cidade reservada para pessoas que iguais a si mesma e que também possuem peculiaridades.
Conforme Sybil se acostuma à nova vida, descobre que mesmo longe do palco da guerra, as coisas ali não são fáceis e que seu “povo” não apenas enfrenta preconceitos, como também acaba se envolvendo na batalha, especialmente depois, que sem saber, a jovem se inscreve em uma aula um tanto peculiar…e perigosa que não só testará seus limites, como levará a ver que as coisas podem ser piores do que parecem.

a ilha dos dissidentes

flavia machado_psycho reader

Anúncios

2 comentários em “Trilogia Anômalos – A Ilha dos Dissidentes

  1. Oi Bárbara!

    Ah, fico feliz em ter lido minha resenha e que tenha gostado também! É sempre bom quando gostam, especialmente se tratando da própria escritora é ainda melhor, haha!
    Quanto às partes corridas, elas quase passaram desapercebidas porque a sua história foi muito boa e interessante! Mas uma leitora viciada como eu, acaba reparando em detalhes como esses, haha. E sinceramente é fácil entender esses acontecimentos, a ansiedade e a vontade de colocar as ideias no papel quando fluem às vezes acabam não deixando espaço para detalhes, a gente se prende mais ao todo e é perfeitamente normal isso, acho, haha.

    Mas sério, parabéns pelo livro! Eu gostei muito e estou super ansiosa pelo segundo! Muito sucesso pra você!

    Beijos.

  2. Oii, Flávia!
    Gostei muito da sua resenha. Uma das coisas que prezo muito numa história são personagens cativantes e fiquei feliz em ver que meus personagens te cativaram!

    Ah, algumas partes realmente foram um pouco corridas e esse é um defeito que normalmente tenho na vida (de ir direto ao ponto – vários professores já reclamaram disso, inclusive). Vou tentar melhorar no segundo, ok? 🙂

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s