Cassandra Clare

As Peças Infernais

 

Assumo que estou completamente viciada nos livros de Cassandra Clare. Comecei lendo durante mais ou menos duas semanas todos os livros lançados da série Instrumentos Mortais e emendei em As Peças Infernais, que basicamente falam do mesmo assunto: caçadores de sombras. Um dos fatos que me fez gostar mais ainda dos livros é que ambas as séries de certa forma se completam e se cruzam, embora aconteçam em épocas diferentes, a primeira nos dias de hoje e a segunda em meados de 1800.

 

O primeiro livro é Anjo Mecânico e conta a história da americana Tessa Gray de dezessete anos de idade, que após perder sua tia e única parente responsável viva, viaja para a Inglaterra para passar a viver com seu irmão mais velho, Nate. No entanto, quando chega no velho-mundo, seu caminho é desviado e ela é sequestrada por duas mulheres, que além de manterem a jovem em cativeiro, também mostram que Tessa não é de longe uma jovem normal, pois possui o dom de se transformar em qualquer pessoa apenas tocando um objeto da mesma. Quando a jovem perde as esperanças de que possa um dia voltar a ser livre e descobre que está ali para se casar a força com alguém chamado de Magistrado, é resgatada por Will Herondale, um jovem caçador de sombras que a leva para o Instituto de Londres onde ela passa a viver. Quer saber mais? Leia o primeiro capítulo disponibilizado pelo site da editora.

 

As Peças Infernais é uma trilogia que deve chegar ao fim em março de 2013, com o lançamento do terceiro volume em inglês, Clockwork Princess. Em português, apenas o primeiro livro foi lançado pela editora Galera Record. No entanto, é possível encontrar a versão original do segundo volume em sites gringos ou pela Livraria Cultura, onde comprei o meu.

 

Clockwork Prince narra a história exatamente do ponto onde o primeiro livro termina, por conta de spoilers não darei a resenha do enredo deste.

Anúncios

2 comentários em “As Peças Infernais

  1. Acho que eu iria preferir que Amada Imortal se tornasse uma série ao invés de filme, haha. Pra mim combinaria um pouquinho mais dessa forma – ainda preciso ler o segundo volume falando nisso haha
    xx
    Fla

  2. Nossa eu queria muito que Amada Imortal virasse filme.Eu acho que iria ser um filme muito interessante,por causa da briguinha entre Nasty e Reyn.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s